Recentemente conduzi uma pesquisa com dezenas de advogados, com objetivo de entender o papel da inovação e da tecnologia em suas rotinas. Uma das questões indagava se os profissionais utilizavam algum software jurídico em suas rotinas. A pergunta era do tipo aberto, e os participantes poderiam responder livremente o que bem desejassem.

Em síntese, a grande maioria respondeu que não usa qualquer sistema para aprimorar suas atividades, deixando de aproveitar todo o potencial da tecnologia em suas rotinas. Já uma minoria respondeu que utiliza softwares voltados essencialmente à gestão de processos, sem comtemplar as demais possibilidades existentes no mercado brasileiro.

Categorias de soluções tecnológicas

O radar da Associação Brasileira de Lawtechs e Legaltechs (AB2L) ilustra as diversas categorias de soluções tecnológicas disponíveis no mercado. Como se observa na imagem a seguir, há 13 grupos de startups jurídicas no país, cada qual focado em solucionar uma dor específica. E boa parte das ferramentais foi lançada para ajudar os advogados:

software jurídico 01

É provável que você goste:

O que te impede de usar inovação e tecnologia na sua advocacia?

Software jurídico na sua advocacia

Softwares de gestão processual são, sem dúvida, muito úteis para os advogados. Não à toa, aliás, a categoria “Gestão de Escritórios e Departamentos Jurídicos” é a que reúne mais legaltechs. Mas, em resumo, é possível ir além: há categorias igualmente relevantes que solucionam dores importantes da rotina dos profissionais da advocacia.

Foi pensando em apresentar todo o potencial da inovação e da tecnologia que decidi reunir meus aprendizados numa única data. Nesta quinta-feira, às 20h, vou fazer a MasterClass Inovação e Tecnologia para Advogados. Se você deseja ver além do óbvio, e conhecer mais do que softwares de gestão processual, clique aqui para se inscrever.

Espero você lá!

 

Fonte: Bernardo de Azevedo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.